Foz do Iguaçu, para além das Cataratas

Um guia surpreendente do Paraíso das Cachoeiras

O Brasil, divino por sua exuberante natureza, é o único país que possui em seu território duas das Sete Novas Maravilhas da Natureza: a floresta Amazônica e as Cataratas do Iguaçu. Deixemos então a Amazônia para uma próxima edição e vamos focar aqui nas famosas quedas d´água que já serviram de cenário para as franquias 007 e Indiana Jones, além de filmes como Pantera Negra e o excelente A Missão, com Robert De Niro.

Visitar Foz de Iguaçu e suas Cataratas é uma experiência visceral e inigualável, tal qual Álvar Núñez Cabeza de Vaca teve em 1541, enquanto primeiro explorador a visitar estas maravilhas da natureza. Alguns séculos depois, precisamente em 1916, o “pai da aviação”, Santos Dumont, havia se hospedado no único hotel de Foz do Iguaçu, o Hotel Brasil, e completamente encantado com o que viu ficou indignado ao saber que o parque das Cataratas tinha um único dono, o uruguaio Jesús Val.

Cataratas do Parque Nacional do Iguaçu — Créditos/Mauricio Nunes (Lobo)

O inventor decidiu procurar imediatamente o governador do Paraná para adverti-lo de que as cataratas pertenciam à humanidade e não a um particular. Algo deveria ser feito com respeito a isto e então, em 1939, anos depois da morte de Dumont, o Presidente Getúlio Vargas finalmente assinou o decreto que oficializou o Parque Nacional do Iguaçu, que agora estaria aberto para todo e qualquer cidadão poder desfrutar das belezas agraciadas pela generosa Mãe Natureza.

Estátua de Santos Dumont — Créditos/Mauricio Nunes (Lobo)

Declarada na década de 80 como Patrimônio Mundial da Humanidade, as cataratas assemelham-se a uma ferradura alongada que se estende por quase 3 Km, praticamente o triplo da largura das Cataratas do Niágara, na América do Norte. Ao caminhar pelas trilhas arborizadas do parque é possível compreender melhor o significado do nome Iguaçu, que em tupi-
guarani quer dizer “água grande”, tamanho volume de água dos mais de 270 saltos catalogados, o que garante às Cataratas o título de maior conjunto de quedas d’água do mundo.

Voo Panorâmico sobre as Cataratas, Empresa Helisul/Divulgação

O parque tem notável infraestrutura, segurança e um restaurante com uma excelente vista: o Porto Canoas. Mas se o assunto é vista panorâmica, as passarelas do parque levam o visitante bem próximo das quedas, especialmente à famosa Garganta do Diabo, com 90 metros de altura; porém ainda mais emocionante é ver toda esta maravilha do alto, a bordo dos helicópteros da Helisul, a primeira empresa brasileira de aviação civil a possuir a ISO 14000. Prepare o coração, pois a vista é de arrepiar.

Macuco Safari — Créditos/Mauricio Nunes (Lobo)

O voo tem duração de 10 minutos, mas garante uma eternidade de décadas e décadas na memória do tripulante desta fantástica (e privilegiada) visão do cânion das Cataratas e toda sua deslumbrante e magnífica beleza natural. O Safári Macuco, além de um adorável e informativo passeio sobre a mata Atlântica, proporciona diversão e um passeio de barco bimotor pelo Rio Iguaçu levando a tripulação a um contato muito próximo com as quedas d’água, rendendo até um banho e muita, mas muita adrenalina.

Pôr do Sol a bordo do Kattamaram II — Créditos/Mauricio Nunes (Lobo)

Depois de ficar completamente encharcado e com vontade de “quero mais”, a boa pedida é encarar um outro passeio de barco pelas águas do rio Paraná e rio Iguaçu, mas desta vez a bordo do Kattamaram II, embarcação perfeita para contemplar o sol se pondo no horizonte paraguaio, como uma poesia inspiradora, enquanto é possível desfrutar de um banquete, ouvindo boa música e curtindo momentos mágicos e indeléveis.

Parque das Aves — Créditos/Mauricio Nunes (Lobo)

A floresta tropical do Iguaçu exibe uma fauna riquíssima e preservada e que acabou impulsionando o casal Anna e Dennis Croukamp, inspirados por um Papagaio-do-Congo enquanto viviam na África, a vir pro Brasil e criar o Parque das Aves, um santuário gigantesco numa área verde que acolhe espécies endêmicas de aves brasileiras, bem como algumas de todo o mundo.

Parque das Aves — Créditos/Mauricio Nunes (Lobo)

O ambiente repleto de pássaros exóticos, que sobrevoam a cabeça do visitante e dividem o mesmo espaço, garante uma experiência fascinante e, claro, invejáveis fotografias. A maioria dos pássaros foram resgatados de contrabandistas de animais selvagens que tentaram cruzar a fronteira ou de locais onde os pássaros foram maltratados. É indescritível a emoção de caminhar por entre papagaios, araras, tucanos e periquitos livres, leves e soltos pelo ar.

Marco das Três Fronteiras — Créditos/Mauricio Nunes (Lobo)

A tríplice fronteira entre Argentina, Paraguai e Brasil é representada pelo Marco das Três Fronteiras, um enorme espaço cultural e gastronômico, onde inclusive é possível testemunhar a confluência dos rios Iguaçu e Paraná, e ainda assistir a espetaculares shows ao ar livre encenados por artistas e bailarinos que com muito talento e gingado exibem o melhor da cultura paraguaia, brasileira e argentina.

Rafain Churrascaria — Créditos/Mauricio Nunes (Lobo)

E já que o assunto é show de costumes, o tradicional restaurante Rafain Churrascaria oferece o melhor espetáculo musical de Foz, com padrão nível internacional, seguido de um jantar com comidas típicas brasileiras. Foz também abriga a usina binacional de Itaipu, capaz de produzir 100 bilhões de quilowatts-hora, sendo a segunda maior do mundo, mas a primeira em energia limpa e sustentável.

Usina Hidrelétrica Itaipu Binacional — Créditos/Mauricio Nunes (Lobo)

É possível visitar a usina com um tour interativo com funcionários da empresa, mas vale ressaltar que Foz do Iguaçu também está para além das Cataratas, e tem se transformado num grande centro de turismo e lazer, no qual um grande exemplo é o complexo DREAMLAND, onde há um museu de cera, o maior do gênero no país, com mais de 70 estátuas em tamanho real de personalidades como João Paulo II, Charlie Chaplin, Elvis, Mussum e ainda personagens como Harry Potter, Coringa, Jack Sparrow, entre outras surpresas.

Dreamland — Créditos/Mauricio Nunes (Lobo)

No complexo também se encontra o Maravilhas do Mundo, um museu interativo que proporciona uma viagem por alguns dos lugares mais famosos do planeta, representando cerca de 50 réplicas e cenários que imitam diversos monumentos, pontos turísticos e atrações dos cinco continentes. Para a criançada há o Vale dos Dinossauros, passeio que conta com 20 réplicas de animais pré-históricos que se movem e emitem som, garantindo a alegria dos pequenos.

Dream Motor Show — Créditos/Mauricio Nunes (Lobo)

Foz é uma cidade quente, então para dar aquela refrescada o Dream Ice Bar, com temperatura interna a -15 °C, é o local ideal para se beber drinks em copos de gelo ou descansar em bancos também congelados. Mas pra quem prefere um bar com temperatura mais amena, o Dreams Motor Show é perfeito, especialmente para quem ama motocicletas e muito rock and roll, pois o espaço, que lembra uma franquia de Hard Rock Café, ao invés de guitarras expõe as mais famosas e modernas motocicletas.

Vale dos Dinossauros — Créditos/Mauricio Nunes (Lobo)

Foz está sempre recebendo novidades e a mais recente é o novíssimo parque temático Movie Cars que, numa área de quase 5.000 m2, conta com uma fantástica exposição de carros famosos da cultura pop, seja do cinema, dos desenhos ou séries de TV, e ainda lojas e uma lanchonete ambientada nos anos 60, adornada por diversos cartazes de filmes e séries espalhadas pelas paredes.

Movie Cars — Créditos/Mauricio Nunes (Lobo)

Neste espaço que lembra um gigantesco estúdio hollywoodiano é possível conhecer de perto o famoso DeLorean do filme De Volta para o Futuro; o Ecto-1 dos Caça Fantasmas; o Morris Mini do Mr. Bean; Match 5 do Speed Racer; a misteriosa Kombi do seriado Lost; a Maclaren do Senna; a lendária Brasília amarela dos Mamonas e mais dezenas de outros carros e motos.

Movie Cars — Créditos/Mauricio Nunes (Lobo)

Para quem visita Foz, uma passadinha no vizinho Paraguai já é quase habitual, seja para as compras ou para conhecer um pouco da Ciudad del Este, que pode surpreender, especialmente aos que visitarem o Shopping Sax e conhecer o luxuoso SAX Palace localizado no último andar do prédio, com uma vista espetacular da cidade, além de um cardápio variado com a mais alta gastronomia, uma extensa carta de vinhos e até uma garbosa charutaria. O espaço é majestoso e o atendimento, impecável.

SAX Palace — Créditos/Mauricio Nunes (Lobo)

E por falar em gastronomia as opções em Foz são diversas e feitas para todos os bolsos e paladares, mas aqui destaco duas em especial, ambas imperdíveis. A primeira é a cervejaria 277, que inclusive já recebeu medalha de prata para uma de suas cervejas, a Lager Oak – Barba de Serpente, na IX edição do Concurso Brasileiro de Cervejas 2021.

Cervejaria 277 — Créditos/Mauricio Nunes

A cerveja premiada é maturada nos barris de carvalho usados ​​para o envelhecimento das cachaças paranaenses Novo Fogo e Porto Morretes, também campeãs em prêmios nacionais e internacionais. Um tour pela cervejaria na companhia do simpático professor e proprietário, Junior, é uma verdadeira aula sobre como produzir a melhor bebida. Não deixe de provar também os pratos da casa, suculentos e tão tentadores quanto as cervejas variadas.

Le Mir — Créditos/Mauricio Nunes (Lobo)

A outra opção obrigatória para os amantes da gastronomia é Le Mir, excelente restaurante que oferece a melhor comida libanesa que você já provou em sua vida, basta apreciar nas redes sociais os inúmeros elogios e comentários espontâneos de clientes, que como nós, foram surpreendidos pelo paladar e pelo coração, tamanha dedicação e total paixão dos proprietários junto à casa, funcionários e clientes. O ambiente é perfeito e de extremo bom gosto, assim como a extraordinária cozinha e suas especiarias garantindo uma inesquecível experiência sensorial servida em porções generosas.

Templo Budista — Créditos/Mauricio Nunes (Lobo)

Com a segunda maior comunidade muçulmana do Brasil, Foz caminha para ser o primeiro destino turístico do país com certificado halal reconhecido. A mesquita da cidade fica aberta para visitação, mediante agendamento. Outro ponto religioso importante na cidade é o Templo Budista, o segundo maior da América do Sul. Não deixe de visitar.

Foz do Iguaçu oferece um leque variado de opções e se tornou um destino doméstico mais do que perfeito, tendo em vista que com voos diários está apenas a uma hora e meia de distância de São Paulo, tornando-se uma ótima opção até para feriados prolongados. A Martin Travel é a melhor pedida para a elaboração de roteiros na cidade, tendo em vista a larga experiência de décadas em turismo na região, somado ao vasto conhecimento e alto nível de sua equipe, que conhecem não apenas os melhores pontos, como também a larga história da cidade. Lazer e cultura é sempre um excelente diferencial.

Onde se hospedar em Foz?

Há infinitas opções de hospedagem na cidade, mas para que sua experiência em Foz seja ainda mais compensadora é mais que indicado ficar num resort, especialmente em um desses que selecionei.

Mabu Thermas Grand Resort

O maior resort da cidade, absolutamente completo, incluindo até o acesso ao Blue Park, um gigantesco complexo aquático com tobogãs, piscinas aquecidas, praias artificiais, tirolesa e muitas atividades variadas. As opções gastronômicas dentro do resort vão de pastelarias, crepes e sorvetes, na área das piscinas e parques, até restaurantes requintados, e com a mais alta gastronomia, além de um piano bar.

Mabu Thermas Grand Resort — Créditos/Mauricio Nunes (Lobo)

Recanto Cataratas Thermas Resort & Convention

Com extremo bom gosto na decoração, este requintado resort possui piscinas termais, boliche, salão de jogos, sauna, restaurante e suítes com hidromassagem e vista para as piscinas.

Recanto Cataratas Thermas Resort & Convention — Créditos/Mauricio Nunes (Lobo)

Bourbon Cataratas

Perfeito para a família, este refinado resort da rede Bourbon oferece suítes aconchegantes, espaço com várias opções de restaurantes, área de atividades, como boliche, fliperama, cinema entre outras atrações. A criançada vai se encantar com as suítes e eventos da Turma da Mônica.

Bourbon Cataratas — Créditos Mauricio Nunes (Lobo)

Fonte: https://revistaesmeril.com.br/foz-do-iguacu-para-alem-das-cataratas/

Rolar para cima
×

Atendimento via WhatsApp

× Como posso te ajudar?